Bem-vindo à Algo Mais Gráfica e Editora! Conheça os melhores produtos do mercado.

Livro Patineti

Biografia de Ayrton Patineti dos Anjos: Lembranças, sons e delírios de um produtor musical.

De R$ 68,00 por

R$ 54,00

999 unidades disponíveis
Quantidade mínima por compra: 1
PRÉ VENDA: Entrega a partir de 01/11/2018
CAIXA RÁPIDO
DÚVIDAS

Tire dúvidas sobre esse produto

INDIQUE

Indique este produto para um amigo

INFORMAÇÕES DO PRODUTO

Lembranças, Sons e Delírios de Ayrton dos Anjos, o Patineti

Novo lançamento da Plus Editora narra a trajetória do maior produtor fonográfico do Rio Grande do Sul


Após sua bem-sucedida estreia no mercado editorial com a festejada biografia Júpiter Maçã: A Efervescente Vida & Obra, a Plus Editora coloca no mercado seu mais novo título: Ayrton Patineti dos Anjos -Lembranças, sons e delírios de um produtor musical (aliás, ele é o mais conhecido e renomado produtor fonográfico do Rio Grande do Sul). O livro, divertido e informativo, foi escrito por dois dos mais conhecidos e talentosos jornalistas da área cultural, Márcio Pinheiro e Roger Lerina.
Responsável pelo lançamento de centenas de artistas e discos, Patineti fez do seu trabalho uma forma de preservar e divulgar a música gaúcha e brasileira. A lista é infinda. São mais de 400 gravações de nomes como Borghetinho, Jaime Caetano Braun, Os Serranos, Telmo de Lima Freitas, Luis Carlos Borges, César Passarinho, Mano Lima, Gilberto Monteiro, Os Angüeras, Os Araganos, Os Teatinos, Mário Bárbara, Berenice Azambuja, Os Mirins, Os Bertussi, Os Três Xirús, José Cláudio Machado, Elton Saldanha, Pirisca Grecco e muitos outros.
"Patineti dos Anjos" (apelido grafado com i no final, apesar da referência ao brinquedo "patinete"), que é reverenciado por nove entre 10 estrelas da música do Rio Grande do Sul, também é autor de vários projetos e festivais que ajudaram a projetar a música feita no Rio Grande do Sul para o Brasil e o exterior. "Trata-se uma biografia inenarrável das loucuras do mais louco dos produtores musicais", define Márcio Pinheiro. "E que história", Pinheiro ressalta:
"Pai de três filhos, protagonista de 14 entreveros conjugais e responsável por centenas de eventos artísticos - discos e shows -, esse porto-alegrense nascido na várzea do Guaíba dedicou seis décadas a um trabalho incessante nos bastidores do setor artístico gaúcho. Em poucos momentos esteve em cima dos palcos como jurado de festivais ou para receber algum troféu. Patineti, por sua vez, brinca com todas as situações: "Meus biógrafos acham que eu sou abobado da enchente", diz ele, referindo-se ao ano em que nasceu - 1941, quando o lago Guaíba inundou o Centro da Capital.
Lembranças, Sons e Delírios de Ayrton dos Anjos, além de cobrir uma enorme lacuna na história do rádio, do disco e do showbizz do Rio Grande do Sul, situa bem a importância do ser humano "Ayrton" e, além disso, dá conta dos incontáveis feitos do impagável agitador cultural, cabeça pensante, produtor fonográfico, enérgico, prolífico e mais um montão de outras coisas.
Na realização do livro, cronologicamente Márcio Pinheiro acompanha Patineti até a segunda metade dos anos 60. A partir daí, a bola é passada para Roger Lerina, que narra os indizíveis anos 70, Califórnias, festivais, festas, Renato Borghetti, gravadoras e muito mais.
O livro, divertidíssimo e, ao mesmo tempo, ricamente informativo e ilustrado, traz muitas histórias vividas por ele ao lado de artistas como, por exemplo, Elis Regina. Além de depoimentos de vários amigos e personalidades. Um deles é o radialista Claudio Brito, que diz: "Sou amigo do Patineti porque isso é muito natural. Quem conhece o cara, sabe e sente que ele é especial, carismático, parceiro, sincero e talentoso, entre outros atributos". Ou o lendário Claudinho Pereira: "O querido amigo e produtor Ayrton dos Anjos há muito tempo vem mantendo a chama da cultura musical do Rio Grande do Sul acesa". Ou no belo depoimento do crítico musical Juarez Fonseca, que confessa a "inveja" que tinha de Patineti logo que o conheceu: "Passei a ter uma inveja branca de Ayrton, queria ser como ele, meio palhaço, sempre de bom-humor – estar com ele me melhorava um pouco, pois ele ia quebrando os gelos e eu me aproveitava disso".
"Patinas", como é chamado pelos mais íntimos, é uma verdadeira joia rara, que, a despeito dos seus 76 anos, mais parece um guri de seus 45 anos. Toda essa vida, alegre e transbordante, agora está impressa em Lembranças, sons e delírios de Ayrton dos Anjos, o Patineti. Seu famoso bordão não ficou de fora: "Eu fico louco!".

 

Dimensões:

 

Tamanho: 16x23cm
Páginas: 216
Fotos: Caderno Especial de16 páginas coloridas

 

ISBN: 978-85-62837-32-6